Follow by Email/Siga-me por mail

domingo, 31 de janeiro de 2016

O Petit Larousse do Chocolate é um livro feito em parceria com a escola culinária Cordon Bleu, que contém  sugestões deliciosas com chocolate.

Aproveitando a sugestão do Bolo de Chocolate e framboesas, resolvi fazer uma adaptação da receita (com menos natas e chocolate) e servir o bolo para juntar à mesa alguns amigos, a beber chá e a cantar os parabéns ao meu marido, pelos seus 41 anos.

A sua execução é um pouco demorada e requer alguma preparação com antecedência, por causa da mousse que serve de recheio.

Contudo, o bolo, em si, é fácil de fazer, e o resultado final é divinal, vale bem a preparação que é exigida. E, a parte mais trabalhosa é a da montagem. Organização é a palavra chave para que corra bem.

Como o iríamos comer à noite, fiz a mousse de manhã, o bolo à tarde, deixei arrefecer, e depois foi a parte da montagem.

Encham-se de coragem para fazer o bolo, vão ver que o resultado é bem merecedor do tempo que vão perder a fazê-lo!




Ingredientes:

(para os bolos)
6 ovos
185 g açúcar em pó
45 g cacau magro em pó
135 g farinha com fermento peneirada

(para o recheio)
500 g morangos + algumas framboesas que estavam no frigorifico 
doce de morango para forrar as camadas de bolo - usei "Strawberry Preserve with Champagne da MACKAYS"

(para a mousse de chocolate)
200 g chocolate com 75% cacau (usei Lindt)
1 pacote natas Longa Vida, bem frescas
2 claras batidas em castelo

(para a cobertura)
100 g chocolate negro - usei Lindt 75% cacau
100 g natas (usei Longa Vida frescas)
1 c sopa mel

Preparação:

Prepare a mousse derretendo em banho maria o chocolate (em alternativa poderá colocar o chocolate numa taça, cobrir com glad e levar ao microondas cerca de minuto e meio)
Bata as natas até dobrarem de tamanho, e adicione o chocolate derretido.
Bata as claras em castelo e junte ao preparado, mexendo delicadamente até estarem todas incorporados e o preparado uniforme.
Reserve.

Prepare o bolo:
Pré aqueça o forno a 180ºc.
Unte com margarina formas com cerca de 23 cm e forre-as com papel vegetal.
Têm de ser feitas 3 camadas. Como tenho duas formas, cozi duas de uma só vez e depois a outra.

Separe as gemas das claras do ovo e adicione metade do açúcar a cada uma. 
Mexa bem até umas formarem claras em castelo e as outras ficarem uma mistura uniforme.
Misture delicadamente, com uma colher de pau ou com uma espátula os preparados. 
Adicione, aos poucos, o cacau e a farinha até estar uma mistura uniforme.
Separe pelas formas e leve a cozer cerca de 8 minutos.
Deixe arrefecer e reserve.

Montagem do bolo:

Coloque a primeira camada de bolo e com uma colher espalhe o doce de morango por toda a superfície. 
Depois de arranjar os morangos, corte-os em pedaços grosseiros e disponha por cima, bem como algumas amoras.
Por cima, verta metade da mousse.

Tape com outra camada de bolo e repita o processo.

Para a cobertura:
- se tiver Bimby, coloque o chocolate em pedaços, as natas e o mel no copo e programe 6 min/80ºc/vel. 2.
- no modo tradicional, derreta tudo em banho-maria, mexendo sempre, até obter um creme liso.

Verta o liquido, cobrindo todo o bolo.
Eu, decorei com alguns morangos em cima, fica ao vosso critério.

Guardem no frio e sirvam bem frio!






0

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Cada vez mais, comemos menos carne cá em casa.

Não sei como é convosco, mas tenho vindo a adaptar muitas receitas e, desde há uns anos para cá que prevalecem o peixe, os legumes, o tofú, o seitas, a quinoa, entre outros.

Hoje, segunda feira, é dia de não comer carne, um hábito que implementámos cá em casa desde há uns tempos e que tem vindo a replicar-se por outros dias da semana.

A receita de hojeé uma adaptação do livro"Cozinha vegetariana" da Gabriela Oliveira e, fizeram sucesso cá em casa! 

O sabor do tofu fumado fez toda a diferença pois deixa muito presente o "sabor da carne", penso que conseguirão deliciar qualquer carnívoro com eles. Façam o teste e não digam do que são feitos! Depois, contem-me como correu a experiência!

Na foto, é evidente a cor dos que fiz em relação aos do livro exatamente pelo facto de ter utilizado tofú fumado.

Para acompanhar façam um molho vinagrete balsâmico, conforme sugeri nesta receita.


Ingredientes:

250 g tofu fumado
2 dentes alho
1 c sopa bagas goji
30 g azeite
3 c sopa molho soja
6 c sopa quinoa cozida
2 c sopa ketchup
2 c sopa milho cozido
2 c sopa salsa picada
colorau em pó
tomilho seco a gosto
2 c sopa farinha de linhaça
4 c sopa água
2 a 3 c sopa farinha (usei de espelha)
pão ralado para envolver


Preparação na Bimby:

Demolhe as bagas de goji em água morna.
Introduza no copo o azeite e o alho. Pique 5 segs/vel. 5. Refogue 4 min/100ºc/vel.1
Coloque o tofu em pedaços e o molho de soja e pique 5 segs./vel. 5.
Cozinhe 2 min/100ºc/vel. colher pau.

Adicione a quinoa, o ketchup, o milho e as bagas de goji, a salsa e o tomilho e cozinhe 3 min/100ºc/vel. colher de pau.. 

Leve um tacho ao lume com a água, aqueça e misture a farinha até formar uma pasta, mexendo sempre.
Adicione ao preparado anterior, misturando tudo na Bimby por alguns segundos na ver. 3-4.

Deixe a massa arrefecer e moldes os croquetes. Passe-os por pão ralado.



Cozinhei-os no forno, pulverizados com um pouco de azeite em spray, em forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 15 a 20 minutos.




Preparação Tradicional:

Demolhe as bagas de goji em água morna.
Com a ajuda de um garfo esmague o tofu até ficar uma pasta e tempere com o molho de soja.
Pique o alho.

Aqueça o azeite na frigideira e salteie o alho picado. Adicione o tofu e deixe cozinhar cerca de 2 minutos. Adicione a quinoa, o ketchup, o milho e as bagas de goji. Deixe cozinhar em lume brando cerca de 3 minutos.
Adicione a salsa, o tomilho e rectifique os temperos. 

Leve um tacho ao lume com a água, aqueça e misture a farinha até formar uma pasta, mexendo sempre.
Adicione ao preparado anterior.

Deixe a massa arrefecer e moldes os croquetes. Passe-os por pão ralado.

Cozinhei-os no forno, pulverizados com um pouco de azeite em spray, em forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 15 a 20 minutos
0

domingo, 24 de janeiro de 2016

Um domingo quentinho! 

A contrário dos fins de semana anteriores tivemos um domingo solarengo e diferente daquilo a que estamos habituados no inverno!

E que bem que soube!

Para reconfortar barriguinhas ao lanche, e num abrir e fechar de olhos fizemos estes muffins deliciosos! 

Confirma como foram super-rápidos e fáceis de fazer!



Ingredientes:
(para 10 muffins)

2 cenouras
40 g açúcar amarelo
180 g farinha
1 c sobremesa fermento em pó
80 g margarina liquida
150 ml leite (usei sem lactose)
1 ovo
2 c sopa pepitas chocolate (sem lactose)


Preparação Bimby:

Introduza as cenouras e o açúcar no copo e tritures 8 segs./vel. 5 .

Coloque os restantes ingredientes, à exceção das pepitas e misture 5 segs/vel. 5.

Adicione as pepitas e misture 5 segs/vel 1 /colher inversa.

Coloque forminhas  de papel num tabuleiro de queques e verta o preparado nelas.

Leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 20 minutos!


Preparação Tradicional:

Pele as cenouras e pique-as na pecadora ou rale-as e adicione ao açúcar.

Numa taça misture a farinha com o fermento. Adicione a vaqueiro, a cenoura picada e o leite. Mexa bem com uma colher de pau até os ingredientes estarem bem ligados.

Adicione as pepitas de chocolate e misture rapidamente.

Coloque forminhas  de papel num tabuleiro de queques e verta o preparado nelas.

Leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 20 minutos!
0

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Hoje trago-vos a sugestão de uma receita com inspiração grega - o Pastitsio!

É uma receita típica grega, muito embora tenha um nome italiano! 
Trata-se de uma espécie de tarte ou de lasanha, feita em camadas e que vai ao forno.

Etimologicamente, pasticium  vem do latim, deriva de  pasta  e significa tarte, tendo desenvolvido alguns significados figurativos, alguns deles podendo ser traduzidos como "trapalhada". 


Foi a primeira vez que fiz esta "trapalhada" deliciosa, e numa versão adaptada ao meu gosto.


A versão original é feita com carne de cordeiro, eu usei soja!
A versão original também não conta com legumes ... eu introduzi espinafres!

Têm vindo muitos espinafres (biológicos) da horta do meu pai e resolvi usá-los assim!


Para quem tem facilidade em arranjar espinafres fresco, ou gosta especialmente de os comer, sugiro a receita de Spanakopita, igualmente, de origem grega e que é uma delicia!



Esta receita exige alguma organização porque a receita tem várias etapas, mas é fácil de fazer e o resultado final vale a pena!
A cozinha fica um pouco desarrumada com tanto apetrecho, mas não desanimem, aproveitem o fim de semana para a fazer.


O comentário da filhota face ao prato novo que provava foi "É doce, mas também ácido, e é bom!" Os sabores são diferentes daquilo a que estamos habituados mas faz a diferença, pela positiva, especialmente a canela! E o do marido foi "Porque não fizeste isto há mais tempo, é uma delicia!"

Convencidos?





Ingredientes:

40 g azeite
1 cebola
1 grande talo de aipo
1 cenoura
2 dentes de alho
100 g granulado de soja fino ou, em alternativa, 400 g de carne
(água para hidratar a soja)
4 tomates pelados (usei enlatado e um pouco do suco da lata - Compal)
1 ½ c chá de canela em pó
1 colher de sopa paprika
1 mão-cheia de folhas de salsa
1 ½ colher de chá de açúcar moreno
sal a gosto
1 cálice vinho tinto
1 clara de ovo
1 mão cheia de manjericão picado
80 g mozzarella ralado
80 g  parmesão ralado
250 g bucatini ou penne  Milaneza
1 molho de espinafres frescos ou em alternativa 1 embalagem de espinafres congelados (eu usei frescos)
2 dentes de alho 
1 fio de azeite


(para o béchamel)
300 ml de leite (usei magro sem lactose)
1 cebola pequena
½ colher de chá de noz-moscada ralada no momento
30 g  de manteiga
25 g  farinha
3 gemas de ovo
80 g mozzarella ralado



Preparação Bimby:

Demolhe a soja em água no dobro da quantidade e reserve.

Coza a massa al dente, escorra-a passe por azeite e reserve.

Introduza no copo o azeite, a cebola, o aipo, a cenoura e o alho. Triture 5 segs/vel. 5.
Baixe os resíduos da parede, com a ajuda da espátula e refogue 5 min/100ºc/vel. colher.

Acrescente o tomate, a canela em pó, a paprika, o açúcar, a salsa, o sal e o vinho tinto. Triture  5 segs/vel. 5. 
Baixe os residuos da parede, com a ajuda da espátula e refogue 5 min/100ºc/vel. colher.

Adicione a soja escorrida e mexa bem e deixe cozinhar mais 5 mins/ 100ºc/ vel. colher. Retire e reserve para arrefecer um pouco

Bata a clara em castelo, adicione o manjericão picado e o queijo, misture com cuidado! Junte ao preparado de soja.

Enquanto a Bimby trabalha, coloque um fio de azeite num tacho, adicione os alhos, aromatize um pouco e depois coloque os espinafres e deixe-os saltear. Reserve.

No copo, e sem o limpar, faça o béchamel. 
Introduza a cebola e pique 5 segs/vel.5. 
Adicione o leite, a noz-moscada, a farinha e a manteiga e tempere com sal e pimenta. Cozinhe 9 min/90ºc/vel.3.
Acrescente as gemas de ovo e o queijo e misture 5 segs./vel. 5.

Forre uma forma de aro amovível com cerca de 25 cm, com duas folhas de papel vegetal para uso culinário.
Coloque uma primeira camada com metade da massa cozida, depois a carne, em seguida os espinafres e depois a massa novamente.
Para terminar, verta o béchamel.

Leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 25-30 minutos!



Preparação Tradicional:

Demolhe a soja em água no dobro da quantidade e reserve.

Coza a massa al dente, escorra-a passe por azeite e reserve.

Num tacho, coloque o azeite, adicione a cebola, o aipo, a cenoura e o alho, picados finamente. Cozinhe um pouco.

Acrescente o tomate picado, a canela em pó, a paprika, o açúcar, a salsa picada, o sal e o vinho tinto. Deixe cozinhar mais um pouco.

Adicione a soja escorrida e mexa bem e deixe cozinhar mais algum tempo para que absorva os sabores

Bata a clara em castelo, adicione o manjericão picado e o queijo, misture com cuidado! Junte ao preparado de soja.

Entretanto, salteie os espinafres num pouco de azeite aromatizado com os alhos picados. Reserve.

Faça o béchamel!
Aqueça a manteiga num tacho em lume médio, incorpore a farinha para formar um roux e cozinhe por breves minutos.

Aqueça o leite com a cebola picada e, ad
icione ao roux, mexendo sempre com um fouet (vara de arames).


Obterá assim um béchamel espesso. Cozinhe, mexendo sempre, durante 1 a 2 minutos. Adicione a flor de sal, a noz moscada e a pimenta moídas. 


Retire do lume, junte o queijo e as gemas.

Forre uma forma de aro amovível com cerca de 25 cm, com duas folhas de papel vegetal para uso culinário.
Coloque uma primeira camada com metade da massa cozida, depois a carne, em seguida os espinafres e depois a massa novamente.
Para terminar, verta o béchamel.

Leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 25-30 minutos!






0

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

O post de hoje não é dedicado a uma receita em especial, mas a várias, e àqueles que por uma razão, estão "proibidos" de comer uma substância ... o glúten!

A doença celíaca é uma doença auto-imune que surge em indivíduos com predisposição genética sendo causada pela sensibilidade ao glúten. Ainda que em pequenas quantidades a ingestão de glúten, faz com que o organismo desenvolva uma reacção imunológica contra o próprio intestino delgado, originando lesões na sua mucosa que se traduzem pela diminuição da capacidade de absorção dos nutrientes.

A eliminação do glúten da alimentação permite que o intestino regenere por completo da lesão e o organismo recupere. Contudo, se houver reintrodução do glúten, as inflamações regressam e os sintomas reaparecem.

Esta é uma doença que afecta pessoas em todas as idades!

Para saberem mais, podem consultar a página da Associação Portuguesa de Celíacos .

A pensar nos celíacos que seguem o meu blog e, com o apoio querido de uma vizinha e seguidora das receitas que partilho, abri um separador no qual foram etiquetadas algumas receitas que já aqui tinha.


E, como ela tem vindo a adaptar algumas das receitas que partilho, irei dando as dicas para as necessárias adaptações.

A receita do risotto de alheira, feijão encarnado e agrião já foi adaptada por ela e, embora não tenha sido tirada foto, já está disponível com as necessárias dicas!

Quanto ao novo separador, é só clicarem à direita no blog "Sem glúten

Obrigada por estarem aí desse lado!


0

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Um dia demasiado apressado .... um dia comprido! Daqueles que parecem que nunca mais acabam com tanta coisa que há por fazer. 

Começou muito cedo e terminou muito tarde!

Era preciso fazer jantar, não só para os de casa como para mais alguém que vinha tomar conta da petiz, porque ainda havia duas reuniões para ir!

Gosto de ter as refeições planeadas! Mas, o que tinha planeado para o jantar, tinha sido o jantar dos meus pais na véspera! Comecei então a pensar o que poderia fazer!

Lembrei que tinha no frigorifico courgete, alho francês, cenouras. E, na despensa uma lata de atum em azeite ... surgiu então esta lasanha meio apressada e inventada.

Fica assim mais um conselho/dica para  a introdução de legumes na refeição sem que notem que eles lá estão!

Mais abaixo têm os dois tipos de preparação, na Bimby e a tradicional. 

Quanto à foto, foi o que restou ... mas já acabou ;)



Ingredientes:

pão duro
1 dente alho
azeite 
manjericão

1 alho francês
1 courgete sem casca
1 cebola
1 cenoura
2 dentes de alho
50 g azeite
3 tomates pelados
1 cálice de favaios
manjericão a gosto
1 lata atum em azeite (usei aquelas latas redondas da Bom Petisco) + 1 lata das pequenas
9 placas de lasanha (uso Milaneza)
molho béchamel (preparação Bimby, tradicional ou de compra)
200 h mozzarella ralada


Preparação na Bimby:

(Para o pão ralado)
Introduza o pão, o alho, o azeite e o manjericão no copo e pique 10 segs/vel 7.
Retire e reserve.

(Para o molho)

Coloque no copo o alho francês, a courgete sem casca, a cebola, a cenoura, os dentes de alho e o azeite. Pique 5 segs/vel.5. Refogue 5 mins/100ºc/vel. 1.
Adicione o tomate e o favaios, triture mais 5 segs/vel.5 e refogue mais 5 minutos à mesma temperatura.
Adicione o manjericão picado, tempere com sal e pimenta a gosto.

Forre o fundo de um tabuleiro que vá ao forno com um pouco   do molho de legumes. Por cima coloque as folhas de lasanha, mais uma camada de molho, o atum e repita o processo.

Sobre a última camada de massa coloque o bechamel e o pão ralado misturado com o mozzarella.

Leve a forno pré-aquecido a 190ºc, cerca de 20-25 minutos.

Bom apetite!


Antes de ir ao forno, estava assim ...



Preparação Tradicional:

(Para o pão ralado)
Introduza o pão, o alho, o azeite e o manjericão numa picadora e pique até o pão ficar ralado e todos os ingredientes misturados.
Retire e reserve.

(Para o molho)

Coloque num tacho o alho francês, a courgete sem casca, a cebola, a cenoura, os dentes de alho picados e o azeite. Refogue um pouco.
Adicione o tomate e o favaios, e deixe cozinhar um pouco mais.
Triture tudo sem desfazer na totalidade, com o auxilio de uma varinha mágica.
Adicione o manjericão picado, tempere com sal e pimenta a gosto.

Forre o fundo de um tabuleiro que vá ao forno com um pouco   do molho de legumes. Por cima coloque as folhas de lasanha, mais uma camada de molho, o atum e repita o processo.

Sobre a última camada de massa coloque o bechamel e o pão ralado misturado com o mozzarella.

Leve a forno pré-aquecido a 190ºc, cerca de 20-25 minutos.

Bom apetite!

0

Author

PageRank