Follow by Email/Siga-me por mail

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Apetecia-me fazer uma sobremesa, mas algo que fosse rápido e não desse trabalho!

O domingo ia ser caseiro .... era dia de ficar em casa!
Depois da experiência da Galinha com Grão e Aipo aromatizada com Curcuma, que resultou muito bem, queria ter algo para finalizar a refeição, algo doce de preferência 

Tinha esta receita para experimentar e queria aproveitar  também, para dar uso ao creme de arroz Alpro (alternativa às natas) que tinha no frigorifico.  E, foi assim que saiu esta deliciosa espécie de pudim de limão.

Depois de cozido, a "espécie de pudim" tem de deixar arrefecer, para ser polvilhada com o açúcar em pó.

Para servir, usei frutos do bosque e um pouco da compota de morangos com champanhe que utilizei aqui e, aviso-vos para o perigo de não sobrar nada! É uma delicia ...





Ingredientes:

4 ovos, gemas e claras separadas
180 g açúcar 
5 c sopa margarina liquida
50 g farinha
50 ml sumo limão 
raspa de 1 limão
50 ml "creme" arroz
açúcar em pó qb
frutos do bosque e compota de morango em champanhe, para servir

Preparação:

Unte uma tarteira com margarina e polvilhe com farinha. Reserve. 
Bata as claras em castelo. Reserve.
Mexa o açúcar com a margarina e a farinha.
Adicione as gemas, o sumo de limão e a raspa do mesmo e o creme de arroz. Mexa bem.
Adicione, com a ajuda de uma espátula, as claras, envolvendo delicadamente.
Verta o preparado para a carteira e leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 25-30 minutos, ou até ficar dourado por cima.

Deixe arrefecer.
Polvilhe com açúcar em pó.
Corte em fatias e sirva com frutos do bosque e um pedaço de compota de morangos e champanhe.

Bom apetite!


0

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Que domingo tão frio!

Frio lá fora, mas cá dentro está bem quentinho e o forno hoje também ajudou a aquecer ....

O fim de semana requeria estudo pela semana que se avizinha e o frio que se faz sentir apelava a "confort food", ou comida de conforto

Apesar da vontade de esta em casa, havia uma reunião para ir e, para além do almoço que teve direito a uma sobremesa rápida e deliciosa, ainda houve tempo para um bolo de laranja (receita da mãe) para levar e partilhar!

Mas a receita que vos trago, a da Galinha com Grão e Aipo aromatizada com Curcuma, foi uma experiência nova da qual todos gostámos, e é uma ótima sugestão para os dias frios.

Uma receita sem refogados e sem gorduras, à exceção daquela que está presente na carne.
Sim, é possível fazer pratos deliciosos e saudáveis!

Vamos ver se ganha adeptos por aí ...





Ingredientes:

5 pernas de frango do campo 
(em alternativa podem usar um frango cortada em juliana)
2 cebolas (1 inteira, outra cortada em juliana
3 cravos da india
2 batatas grandes
2 hastes de aipo cortadas em pedaços
1 cenoura grande cortada em rodelas finas
1 c chá curcuma
400 g grão cozido (podem usar de lata)
1 dente de alho picado
1 c sopa vinagre tomate Paladin
1 mão cheia de coentros picados ou rasgados com as mãos
sal marinho e pimenta a gosto


Preparação:

Introduza a carne numa panela com a cebola inteira cravada com os cravos da India e as duas batatas inteiras. Cubra de água, tempere com sal e deixe cozer em lume brando.
Depois de cozido, desosse e desmanche a carne em pedaços. Reserve a carne e reserve também a água da cozedura.

Num tacho coloque a outra cebola cortada em juliana e o aipo.
Deite duas conchas da água da cozedura e deixe cozer cerca de 5 minutos.
Adicione a cenoura e deixe cozer outros 5, e junte mais um pouco da mesma água.
Junte o grão, a curcuma, o alho picado, o vinagre, o sal e a pimenta a gosto.
Adicione mais água e envolva bem para que tome sabor. 

Por último, introduza a carne reservada, e as batas cozidas desfeitas grosseiramente em pedaços. Mexa e se necessário rectifique os temperos.

Quando servir polvilhe com os coentros frescos picados.
0

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

A minha mãe não gosta de cozinhar, é um facto!

Contudo há alguns pratos que faz maravilhosamente bem, quantos de nós não têm aquela receita preferida da mãe?
Por muito que outros a façam e até com a mesma receita, o resultado final nunca é igual?

Sucede, não é?
Pois, este é também um desses casos. Apesar de ser uma receita saborosa e deliciosa, nunca fica como ela faz, vá-se lá saber porquê!

Partilho-a convosco para que possam sentir e deliciar-se com os aromas libertados por este prato, simplesmente irresistível.

Para acompanhar ia fazer um arroz no caldo do coelho, mas a pedido da pequenota (que já se diz média), fiz um puré de batata no qual tive oportunidade de usar um novo produto que ainda não tinha usado na confecção culinária - a alternativa culinária às natas à base de arroz, mas a elas e ao puré, dedicarei outro post.

Fiquem então com a receita do coelho, apta a celíacos!





Ingredientes:

8 lombos de coelho (podem usar um coelho partido em pedaços)
2 cebolas
8 dentes de alho
1 mão cheia de salsa
250 ml vinho tinto
sal marinho a gosto
pimenta qb
2 folhas de louro
1 fio de azeite
4 tomates (usei enlatado) + 4 c sopa do seu sumo

Preparação:

Na véspera faça uma marinada com 1 cebola cortada em juliana, 6 dentes de alho picados, salsa picada, 2 folhas de louro, sal marinho e pimenta a gosto e introduza o coelho.
(ainda tinha o coelho congelado quando o coloquei na marinada. Deixei-o de fora do frigorífico e só o coloquei lá no outro dia de manhã.)

Prepare um refogado com o azeite, a outra cebola e dois dentes de alho e os tomates. Deixe cozer um pouco.
(Preparei o refogado na Bimby e depois coloquei no tacho)
Adicione o coelho juntamente com a marinada e deixe cozer cerca de 20 minutos.

Bom apetite!

0

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Um acompanhamento muito popular em França, quem por lá passou, viveu ou conhece um pouco da culinária francesa sabe que este é um prato bem popular naquele país.

Muitas das vezes é feito com a adição de outros ingredientes, como por exemplo o salmão fumado ou o fiambre e, compõe assim, um verdadeiro prato principal.

Quando vos apresentei a receita do brownie de courgette, falei-vos neste crumble e hoje partilho aqui a receita!

Se gostam de queijo fresco de cabra e do sabor intenso do mesmo, com toda a certeza também irão gostar desta receita.
Se não gostam, deixo-vos a alternativa para o substituírem ;)


A pequenota e a amiga dela que connosco  o comeu acharam uma delicia. Os pais dela ficaram boquiabertos com o facto de ela ter gostado. 

Por isso, já sabem aí em casa, para variar no acompanhamento da refeição, aproveitem a sugestão.





Ingredientes


2 a 3 courgetes médias raladas como a cenoura
2 c sopa farinha de milho
1 queijo fresco de cabra desfeito com as mãos 
(quem não gostar de queijo de cabra poderá usar uma embalagem de queijo creme com ervas aromáticas)
1 mão cheia de hortelã picada
flor de sal Marnoto e pimenta a gosto
180 g farinha
60 g margarina liquida
1 c sopa azeite


Preparação:

Pré-aquecer o forno a 200ºc

Numa saladeira misturar a courgette ralada e escorrida (grosseiramente) da água que liberta, com o queijo fresco, a farinha de milho e a hortelã picada.
Tempere com sal e pimenta a gosto.
Mexa tudo e coloque num recipiente que vá ao forno.

Numa outra saladeira misture a manteiga, a farinha com a margarina liquida e o azeite, temperando com um pouco de sal e pimenta a gosto, até que forme uma areia.
Verta sobre o restante preparado e leve a forno pré-aquecido a 200ºc, cerca de 20-25 minutos.
Sirva bem quentinho.

Bom apetite!

1

domingo, 21 de fevereiro de 2016

O Alpro Baunilha é uma alternativa vegetal ao iogurte, rico em proteínas vegetais.

Para quem gosta do sabor da baunilha, esta é a alternativa certa!

Uma alternativa também para quem tem intolerância à lactose e ao glúten.  

Testada e aprovada, adorámos a textura aveludada e o sabor intenso da baunilha.

Come-se bem simples, mas adorámos a composição que fizemos e deixamos aqui a sugestão para um delicioso pequeno -almoço ou lanche da tarde.

Se o colocarem na marmita, também tenho a certeza que vão adorar e, poderão ter aqui uma alternativa para variar aos "overnight oats"






Ingredientes:

3 c sopa granola (celíacos usem sem glúten)
4 a 5 c sopa alpro baunilha
3 morangos cortados em pedaços
cacau em pó magro (Nestlé - isento de glúten)
nozes a gosto

Preparação:

Coloquem a granola no fundo de uma taça, cubram com o alpro baunilha. 
No final, ponham os morangos e as nozes  em pedaços e polvilhem com cacau em pó.

Misturem tudo e deliciem-se!

Bom apetite.


0

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Uma sobremesa deliciosa e de rápida preparação.

Um dia ao jantar, proporcionámos a quem lá em casa connosco comeu um jantar que teve como ingrediente principal a courgette.

E, pensam vocês, será possível fazer um jantar em que este ingrediente entre em todos os pratos servidos?
Claro que sim!

Um creme de courgette e ervilhas com hortelã para começar.


No prato principal tivémos hambúrguer de peru e legumes acompanhado por crumble de courgette e queijo de cabra.

E, no final, este delicioso brownie, que a todos deixa sem palavras pelo ingrediente principal.

esta receita foi publicada numa participação com a revista Teleculinária especial Robot e hoje, partilho-a aqui convosco.


Para quem não tem Bimby, poderá facilmente fazer, sem a sua ajuda, este bolo.

Deverão utilizar uma forma especial para brownie com medidas de 20x20.

Ingredientes:

270 g açúcar
200 g farinha sem fermento
100 g pepitas de chocolate
70 g óleo
20 g cacau em pó
2 courgettes médias
2 c chá essência de baunilha
1 + 1/2 c chá bicarbonato de sódio
1 c chá sal
gelado de nata qb para servir
papel vegetal para untar a forma


Prepração Bimby:

Lave e retire os veios mais grossos às courgettes, corte-as em pedaços, deite-os no copo do robot e marque vel. 5/10 segs, verifique se está bem triturado.
Retire o excesso de água e pese 240g. Reserve.

Deite o açúcar no copo, junte o óleo e a farinha e misture vel. 3/10 segs, deverá formar uma espécie de areia.

Adicione o cacau, a essência de baunilha, a courgette, o bicarbonato e o sal e misture mais 10 segs. na velocidade 3.

Junte as pepitas de chocolate, na velocidade colher de pau, velocidade inversa.
Verta num tabuleiro 20x20 forrado a papel vegetal e leve a forno pré-aquecido a 180ºc, cerca de 20 minutos, de modo a ficar com uma textura húmida. Se necessário deixe mais 5 minutos no forno.

Deixe amornar, corte em quadrados, como vê na imagem e acompanhem com gelado a vosso gosto. 

Eu gosto de servir este brownie com gelado de nata, mas baunilha ou morango ou outro fruto a vosso gosto também combina bem!

Bom apetite!


Preparação Tradicional:

Lave e retire os veios mais grossos às courgettes.
Com a ajuda de um ralador, rale-a e retire o excesso de água da mesma. Pese-a até obter 240g e reserve.

Numa taça, deite o açúcar, o óleo e a farinha e misture com a ajuda de uma colher. Deverá formar uma espécie de areia.

Adicione o cacau, a essência de baunilha, a courgette, o bircabonato e o sal e misture mais um pouco.

Junte as pepitas de chocolate e mexa bem, uma vez mais. 

Verta num tabuleiro 20x20 forrado a papel vegetal e leve a forno pré-aquecido a 180ºc, cerca de 20 minutos, de modo a ficar com uma textura húmida. Se necessário deixe mais 5 minutos no forno.

Deixe amornar, corte em quadrados, como vê na imagem e acompanhem com gelado a vosso gosto. 

Bom apetite!
Eu gosto de servir este brownie com gelado de nata, mas baunilha ou morango ou outro fruto a vosso gosto também combina bem!






0

sábado, 13 de fevereiro de 2016

"Fácil, rápido, leve e muito estimulante, prato ideal para apaixonados impetuosos"

"... a massa deve ficar "al dente" se ficar muito cozida parece lombrigas"

É assim que surge descrita a presente receita no livro "Afrodite " de Isabel Allende.

Afrodite é um livro que conjuga dois temas Sexo e Comida. Ao longo das trezentas e qualquer coisa páginas que tem, assistimos a um desfile de ilustrações, poemas, experiências vividas pela autora, resgate de culturas e histórias ligadas aos actos de comer e de sexo e uma lista de alimentos considerados afrodisiacos.

Para além de ser de uma leitura fácil, ainda temos tempo para dar umas valentes risadas com as histórias que nos são contadas.

As receitas presentes no livro são de sua mãe Panchita Llona, e esta é uma adaptação feita por mim, do seu "Salmão Neptuno".

Fica então, a sugestão caso queiram, para prepararem os ingredientes para a refeição no "Dia dos Namorados" ou num outro dia qualquer, especial para vós, e dedicado ao amor.

Para um toque especial, acrescentei o Sacana piri-piri de ananás da Paladin ;) E, acreditem, fez mesmo a diferença. Se gostam de picante, já sabem!





Ingredientes:

1 embalagem medalhões salmão
250 g aletria
sumo de 2 limões
2 rodelas de limão
1 ramo de coentros + 2 c sopa
1 tomate grande 
3 c sopa cebolinho picado
azeite qb
sal e pimenta a gosto
Sacana de Ananás Paladin a gosto


Preparação:

Temperar o peixe com sal, pimenta e o sumo de 1 limão (se possível, com algumas horas de antecedência)
Coloque por cima, o ramo de coentros.
Coza o peixe a vapor, em água aromatizada com duas rodelas de limão, cerca de 15 minutos.



Enquanto o peixe coze, leve água ao lume num tacho com um fio de azeite e temperada com sal e, coza a aletria de acordo com as instruções da embalagem (fervura de 4 minutos é qb)

Passe a massa por água fria para cortar a cozedura e coloque num prato ou taça, conforme desejar servir.
Desfaça o salmão em lâminas e adicione à massa.
Junte o tomate cortado em pedaços, o cebolinho e os restantes coentros picados.
Regue com azeite a gosto e sumo de limão.


No prato e, a gosto, acrescente um pouco de sacana de ananás Paladin.

Bom apetite!


0

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Uma sugestão especial para o próximo Dia dos Namorados, numa colaboração  exclusiva com a Herdade Foz da Represa  que está quase a chegar até nós!

Afinal, quem não gosta de um pouco de romance no dia de São Valentim????

Temos uma ótima dica para tornar o seu dia, ou noite,  especial e, para que tudo corra bem, apresentamos esta sugestão de Folhado, que na tradução literal do inglês significa mil folhas de massa folhada.

Faça este doce/bolo de sonho que será o boom do seu exclusivo evento privado!





HFR Boutique Resort & SPA - 1000 leaves of LOVE, Care, Affection...
Who doesn't secretly love a little romance on Valentine's Day? 
Whether you're looking for a little gesture or you're a full on hearts and flowers romantic... 

We've got a great tip to make your day or night run smoothly

MilFolhas, a pastry delight- Translated means 1000 leaves of puff pastry... 

Make your sweet dream into a delicious, beautiful and tasty cake that it will be the boom of your exclusive private event





Ingredientes:

2 placas de massa folhada rectangular
250 g mascarpone
200 ml natas frescas
50 g açúcar em pó + um pouco para decorar
sementes de uma romã
150 g amoras
200 g lemoncurd (podem usar de compra) 


Preparação:

Aqueça o forno a 180ºc
Corte as placas de massa folhada na medida da travessa/prato que utilizar para servir.
Coloque ambas as placas de massa no forno, num tabuleiro com papel vegetal (pode usar o que vem com a massa) e coloque outra folha por cima da massa. Coza cerca de 20 minutos.
De modo a que a massa não cresça coloque um tabuleiro pesado sobre ela e retire nos últimos 5 minutos para que fique dourada.
Reserve e deixe arrefecer.


Coloque o mascarpone as natas e o açúcar em pó numa batedeira e mexa a velocidade média-alta até que fique bem fofa.

Retire metade do creme e reserve.
Na outra metade junte as amoras (deixe algumas para a decoração) e dois terços das sementes da romã.
Coloque uma placa de massa sobre o recipiente onde vai servir e cubra com o creme e os frutos.
Tape com a outra placa de massa e barre o lemon curd.
Por cima coloque o restante creme - o curd começará a escorrer par os lados o que é bom sinal -  decore com as restantes sementes de romã e algumas amoras que tenha reservado para decoração.
Espalhe um pouco de açúcar em pó para dar o toque final.


Ingredients:
2  puff pastry  pre-rolled rectangles
250 g mascarpone
400 ml double cream
50 g icing sugar, plus 1 tsp extra for dusting
Seeds of 1 pomegranate 
150g  raspberries
200 g lemon curd (homemade or shop-bought)


Preparation:


Heat the oven to 180º c


Cut the pastry with the measures of your serving plate.
Put both pastry sheets on a baking tray lined with parchment. Cover with a second sheet of parchment, and top with another tray large enough to cover the pastry, so it want grow. Bake for 20 minutes. 
Remove the weight, top tray and top sheet of parchment, and return the pastry to the oven until cooked and nicely golden-brown.
Leave to cool.


Put the mascarpone, cream, and icing sugar in a food mixer and whisk on a medium-high speed for a minute, until smooth. 
Spoon half the cream mix into a bowl, and gently stir in two-thirds of the pomegranate seeds and the raspberries (leave some for the topping). 
Spread this over one of the pastry rectangles right up to the edges, and transfer to a large, flat plate. 
Lay the second pastry sheet on top, and spread lemon curd evenly over that, again, taking it all the way to the edges. Spread with the remaining cream - the curd should start to run down the sides, which is fine.




To serve, sprinkle the remaining pomegranate seeds over the cake and sprinkle with icing sugar.
0

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Quantas vezes não sobra pão aí por casa? 
Eu, costumo ir congelando, e depois dá nestas coisas .... boas!!

Se não tiverem sobras, comprem o pão para fazerem estas migas, são uma delicia.

Há quem lhe chame açorda, mas de onde as minhas gentes vêem chama-se assim ao pão que é batido, a açorda é a do pão migado (cortado em pequenas fatias) que depois se demolha na água.

Quem por aqui costuma passar já percebeu que gosto bastante de alheira.

Devido a restrições de saúde, não posso comer a alheira tradicional. 
Por isso, nos preparados que faço e que incluem esta iguaria, uso a alheira de galinha com pão integral da Casa da Prisca, pois não tem qualquer adição de gordura de porco.
Vocês aí em casa, usem a que mais gostarem!

Uma sugestão rápida e óptima para os dias ainda bem frios! 

Ingredientes:



2 alheiras (usei de galinha e pão integral Casa da Prisca)

1 pacote de grelos congelados
400 g pão rijo (usei alentejano)
água para demolhar o pão
4 dentes alho
40 g azeite
flor de sal e pimenta moida no momento qb


Preparação na Bimby:

Demolhe o pão cortado em pedaços. Reserve.

Introduza 800 g água no copo, feche a tampa e coloque a varoma com as alheiras picadas com o auxilio de um garfo.
Coza 15 min/varoma/vel. 3.
Retire a pele às alheiras e reserve.

Colocar no copo os alhos e o azeite, picar 5 seg/vel. 5. Refogue 5 min/100ºc/velocidade colher.

Adicionar os grelos descongelados. Pique cerca de 5 segs/vel. 5. Refogue mais 5 minutos/100ºc/velocidade colher.

Coloque a borboleta, adicione o pão escorrido da água mas sem o secar demasiado e cozinhe por 7 min/100ºc/velocidade colher.

Adicionar, na fase final, a alheira.
Rectifique os temperos com flor de sal e pimenta. Sirva de imediato.




Preparação Tradicional:




Coza as alheiras ao vapor, picando-as previamente com um garfo (preparei-as na véspera, e guardei numa caixa, para facilitar a preparação no dia seguinte).

Caso não tenham problemas com fritos, podem optar por fritá-las em azeite!

Limpe as alheiras das peles e reserve.



Demolhe o pão cortado em pedaços. Reserve.




Picar os dentes de alho e colocar num tacho com o azeite.

Deixe aromatizar, coloque os grelos descongelados e picados e salteie um pouco.
Adicione o pão escorrido do excesso de água, aos poucos , até formar uma bola. 



Junte a alheira rectifique os temperos com flor de sal e pimenta. Sirva de imediato.
0

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Andava há um tempo para comprar uma máquina de waffles!

Foi desta! O preço estava em conta e, não resisti!

E, mal a comprei, tive de a experimentar!

Aproveitando a companhia de uma amiga da pequenota que passou connosco a noite, fizemos um pequeno almoço bem guloso!

A primeira receita que experimentei está muitíssimo aprovada! 

Vejam só!






Ingredientes:

2 ovos
260 ml leite (usei sem lactose)
80 g iogurte grego ligeiro
1 c sopa açúcar
200 g farinha
1 + 1/2  c sopa fermento
1 pitada de sal


Preparação

Misturar os ovos com o leite, o iogurte e o açíucar.
Adicionar a farinha e o fermento peneirados, e o sal.
Mexer sempre com um fouet (vara de arames) até a massa formar bolhinhas!

Prepare de acordo com as instruções da máquina.
Na minha introduzi 3 colheres de sopa de massa para fazer cada waffle e deu para 7!



Bom apetite!
0

Author

PageRank